Curta-metragem “Exílio” conta uma história cercada de obsessões

exile

Curta-metragem estreou em setembro

O curta-metragem “Exílio” estreou no último dia 28 de setembro, contando uma história cercada de obsessões. O projeto é uma iniciativa independente de sete jovens canoenses que embarcaram no projeto audiovisual. Os trabalhos do filme foram comandados por Felipe Rodrigo Borba.

Na trama Jorge Almeida (Bruno Duarte) é um jovem empresário e, em uma viagem de negócios para Torres (RS), ele conhece Carolina (Clarice Machado), que é natural da cidade litorânea. Os dois se apaixonam e decidem se casar. Entretanto, esta história de amor enfrentará alguns obstáculos para se concretizar. Um deles é uma doença descoberta por Jorge e a resistência de Maria Helena (Bruna Kirsten) e Marco Aurélio (Pedro Emilio Zardo).  Helena é governanta da mansão Almeida há muitos anos e é apaixonada por Jorge. Aurélio é diretor na empresa de Jorge e obcecado por Carolina. Juntos, eles não medirão esforços para destruir esse romance.

A história é livremente inspirado em “A Viuvinha”, romance de José de Alencar. O roteiro e direção são do estudante de Jornalismo, Felipe Rodrigo Borba, de 18 anos. Ele revela que a vida de Jorge e Carolina é muito ligada, porém, nem mesmo eles sabiam. “O casal mora na mesma cidade e conhece as mesmas pessoas. A relação de cada personagem com um dos dois é o que impede de eles de terem se conhecido antes. Mas é em Torres que a coincidência acontece”, conta. O filme teve sua primeira exibição realizada no Centro Municipal de Cultura de Torres, no dia 26 de setembro.

Apoios

A produção recebeu o apoio cultural de empresas como Requinte Noivas, de Canoas; a Nine Feet Team, empresa de drones; a Kiko Ferraz Studios, com a locução de Kiko Ferraz nos trailers e da Prefeitura Municipal de Torres. No elenco estão Bruna Kirsten, Clarice Machado, Bruno Duarte, Pedro Emilio Zardo, Felipe Rodrigo Borba, Bruna Vaz Rosa e Leonardo Arnold. Projeto fotográfico de Brenda Garnize.

Canal Encenando

A ideia do grupo é, futuramente, iniciar uma ferramenta para abrigar as produções audiovisuais realizadas pelos jovens. “Já estamos pensando nas próximas produções. Em 2016 já tem coisa nova!”, diz Felipe. Para descobrir mais novidades sobre o projeto, inscrevam-se no canal no YouTube, CLICANDO AQUI.

ASSISTA AO CURTA-METRAGEM: