Ministério da Justiça libera “Cobras & Lagartos” para o “Vale a Pena Ver de Novo”

lazaro-ramos-foguinho

Lázaro Ramos viveu Foguinho na trama

O Ministério da Justiça voltou atrás na decisão de vetar a reexibição da novela “Cobras & Lagartos” (2006), por julga-la inadequada para menores de 12 anos, o que impossibilitaria a trama de entrar no ar antes das 20h. Em uma publicação no Diário Oficial da União, hoje (19), o ministério atendeu um novo pedido da Globo e reclassificou o folhetim para maiores de 10 anos.

Há um mês a Globo havia enviado um pedido de revisão de classificação indicativa para a novela, que fora um dos maiores sucessos da emissora nos últimos 10 anos, com uma média geral de 39 pontos, algo muito superior para a meta que o horário exige. O canal recorreu e o órgão analisou 10% dos capítulos enviados, que foram reeditados, sem cenas consideradas impróprias para o horário da tarde.

Durante sua exibição, em 2006, a trama que foi protagonizada por Lázaro Ramos, Taís Araújo, Mariana Ximenes e Daniel de Oliveira, foi acusada de abusar nas cenas de sexo e violência para o horário das 19h. No dia em que seu penúltimo capítulo fora exibido, o Ministério Público Federal entrou com uma ação contra a Globo. Pressionado, o MJ reclassificou a trama para maiores de 12 anos, mas apenas após o seu fim.

“Cobras & Lagartos”, agora adequada para o horário vespertino, poderá substituir “Caras & Bocas” na sessão “Vale a Pena Ver de Novo”. A trama de João Emanuel Carneiro entrará no ar apenas após a Copa do Mundo, no fim de julho, e tem a missão de manter os bons índices conquistados pela novela de Walcyr Carrasco.