Efeito “Salve Jorge”: Denúncias de tráfico de mulheres cresceram 1.547%

morena

“Salve Jorge” mostrou ao mundo o universo do tráfico de seres humanos

Exibida pela Globo, de outubro de 2012 a maio de 2013, a novela “Salve Jorge” é motivo de alegria para a Central de Atendimento à Mulher, do governo federal. Por tratar da temática tráfico humano, a trama de Glória Perez fez crescer para 1.547% no número de denúncias.

Os dados divulgados pela Central nesta última segunda-feira (7) mostram que o disque 180 recebeu 263 casos só no primeiro semestre deste ano, ante 17 no mesmo período de 2012. Para a ministra da Secretaria de Política para Mulheres, Eleonora Menicucci, o número está diretamente ligado à ampla divulgação do tema na mídia.

Das 90 denúncias feitas de tráfico interno, 64 relataram abusos sexuais, 25 eram sobre exploração de trabalho e 1 de adoção ilegal, tema também abordado no folhetim. A central divulgou, ainda, que 60% das mulheres traficadas tinham entre 20 e 39 anos e que 82, 7% eram mães.