Professora chama garoto de 11 anos de Félix e é indiciada por injúria

Garotofeliz

Menino mostra os óculos que foram motivo das ‘piadas’.

Na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, o personagem Félix (Mateus Solano), de “Amor à Vida”, se tornou o centro de uma polêmica ocorrida na vida real.

Uma professora de uma escola pública do município teria debochado de um aluno de 11 anos, que entrou na sala de aula usando um par de óculos. De acordo com a mãe do menino, a professora teria dito “que o garoto se parecia com alguém, mas que ela não podia dizer o nome de quem se tratava”.

Logo depois do dito, um dos alunos disse saber a quem a educadora se referia, e acabou por citar o nome do vilão de “Amor à Vida”. Foi então, que todos os alunos começaram a rir, acompanhando as gargalhadas da própria professora. Com isto, o garoto começou a chorar, no entanto, a professora tentou amenizar o fato, afirmando ser apenas uma brincadeira.

Ao chegar em casa, a mãe encontrou o filho chorando e, ciente do que havia ocorrido, se dirigiu à escola, que defendeu a professora, afirmando que ela “é muito competente”. Desamparada, a mãe foi a polícia e registrou queixa alegando injúria.

No dia seguinte, o garoto voltou à escola. A Diretoria Regional de Ensino de Piracicaba lamentou o ocorrido, prometendo promover um encontro de conciliação entre a mãe, o aluno e a professora.