Globo surpreende e cogita remake de “Xica da Silva”, da extinta TV Manchete

Xica-da-Silva

“Xica da Silva” pode ganhar remake na Globo

A Globo pode produzir um remake, de outra novela de sua antiga concorrente. De acordo com o colunista Flávio Ricco, a emissora analisa a possibilidade de produzir uma releitura do clássico folhetim “Xica da Silva” (1996/1997), da extinta TV Manchete.

Ainda segundo Ricco, o Entretenimento da Globo, leia-se Manoel Martins, ainda não tem uma definição sobre o caso. A ideia, na base do ‘pode ser’, surpreende pelo fato de a trama não ter sido originalmente exibida na emissora. Caso haja a liberação, o texto ficará sob a responsabilidade de Walcyr Carrasco, atualmente no ar com “Amor à Vida”. O autor foi o responsável pela criação do folhetim, aquela altura sob o pseudônimo de Adamo Angel – a estratégia se fez necessária na época por Carrasco ser contratado do SBT. A propósito, o canal de Silvio Santos exibiu a trama em 2005 após adquiri-la da massa falida da Manchete, o que lhe rendeu alguns processos por parte do elenco.

Se a ideia caminhar para um entendimento, a trama é candidata, por conta de algumas cenas de nudez e outras muito fortes, à faixa das onze. Vale ressaltar, mais uma vez, que é tudo na base da incerteza, ou seja, nada é confirmado pela emissora.

“Xica da Silva” marcou época ao ter pela primeira vez uma negra como protagonista, papel vivido por Taís Araújo. A trama tem forte apelo sexual, característica das histórias da Manchete. No elenco, além de Taís, estavam Victor Wagner, Drica Moraes, Zezé Motta, Murilo Rosa, Giovanna Antonelli, Guilherme Piva, Carla Regina, Adriane Galisteu, Dalton Vigh, Maurício Gonçalves, Reynaldo Gonzaga, Jayme Periard, entre outros.