Com temas mais adultos, “Chiquititas” teme perder público de “Carrossel”

Chiquititas-Logo

“Chiquititas” vem com a missão de manter índices de “Carrossel”

O SBT não pretende abandonar tão cedo o público infanto-juvenil. Após o sucesso de “Carrossel”, a nova novela da emissora, “Chiquititas” estreará em julho com a missão de manter os índices da atual novelinha, que é ‘carro-chefe’ da grade da emissora.

A nova novela, porém, pode esbarrar em alguns problemas, sendo um deles a classificação indicativa. Ao contrario de “Carrossel”, que narra a vida de crianças de 9 a 11 anos, “Chiquititas” possui um grande numero de personagens adolescentes, e por consequência disto os temas tratados serão mais complexos.

Por conta disto, a classificação ‘Livre’ dada pelo Ministério da Justiça cedida a “Carrossel” poderá ser perdida pela nova novela, e por sua vez, pode comprometer seu horário de exibição. Para driblar o problema, Íris Abravanel, autora do remake, foi orientada a abordar questões mais adultas – como o sexo, por exemplo – de forma sutil, sem comprometer a audiência das crianças.

Com a medida, “Chiquititas” tem o desafio de mesclar na medida correta, os dilemas da adolescência com a inocência da infância.