“Amor à Vida” sofre com atrasos internos; equipe trabalha às pressas

felix-charuto

Mateus Solano dá vida ao vilão macabro Félix

A próxima novela das 21h, “Amor à Vida”, vem sofrendo uma série de problemas internos antes mesmo de sua estréia.

Ao contrário de outras produções globais, a novela ainda não possui uma boa ‘frente de capítulos’ gravados, e corre o risco de estrear fora do cronograma previsto inicialmente.

Segundo Keila Jimenez (Folha), um dos principais motivos para o atraso nas gravações é a construção de um dos cenários principais da trama: o Hospital San Magno, núcleo de um grande número de personagens. O ambiente, que terá 6000 m², já deveria estar pronto, mas segue em obras.

O autor do folhetim, Walcyr Carrasco, já finalizou 24 capítulos, porém a maioria deles ainda não foi gravado.  Para se ter uma ideia da amplitude do atraso, as novelas da emissora costumam estrear com uma ‘frente’ de 15 a 20 capítulos finalizados, meta já inatingível para “Amor à Vida”.

Procurada pela “Folha”, a Globo diz que o cronograma de gravação da novela está dentro do previsto.

Anúncios