Em “Salve Jorge”: Lívia mente em tribunal e começa se complicar

lc3advia-marini

Por mentiras, Lívia começa se contradizer

Em “Salve Jorge”, após Theo armar uma confusão na porta do apartamento de Lívia, os inimigos terão que se enfrentar na frente de um juiz para resolver seus problemas.

Acompanhada de seu advogado, Stênio (Alexandre Nero), a ricaça começa a prestar, empolgadíssima, depoimento para o juiz com o intuito de incriminar o capitão do exército. “Tivemos um envolvimento que começou em Istambul e continuou aqui no Rio. Até eu descobrir que ele era casado! Ele não aceitou o meu ponto final! E aí começou a perseguição! Ele não me dava tréguas! Rondava meu hotel, ligava pro meu celular a madrugada inteira. Deixava recados me ameaçando. Ou desligava quando eu atendia”, dirá a traficante.

Enquanto Lívia se refere à ligações telefônicas, o advogado de Theo sinalizada positivamente para seu cliente. Preocupado, Stênio pede ao juiz autorização para falar a sós com Lívia. “Você hoje carregou mais nas tintas… Contou detalhes que não tinha contado antes”, explica o advogado, dando exemplos: “Os telefonemas… A perseguição via telefone que esse rapaz teria feito. O advogado ficou muito animado na hora que você falou isso! Vai pedir a quebra do sigilo telefônico, claro! E se isso não aconteceu… Nós perdemos a ação e você estará em maus lençóis, porque terá cometido um crime grave!”.

Theo, por outro lado, se anima com a situação, pois, ciente de que a vilã está mentindo, aposta todas as suas fichas na quebra do sigilo telefônico.